Filho praticante de esporte radical preocupa mãe: “É muito sofrimento” - IG

12.jpg

“Ele já ficou em cadeira de rodas porque perdeu as unhas dos pés. Isso é vida para a mãe, que o tira da barriga inteiro?”, indaga Yonne. O filho dela é campeão de corrida de aventura.

A artista plástica Yonne Rossini conversou com a reportagem do iG com um sorriso largo no rosto, mas sem esconder a tensão. Apesar de estar no bar do hotel em um fim de noite, o computador permanecia sempre por perto e os ombros estavam rígidos. O motivo? Naquele momento, o filho Marco Amselem, 28, estava em algum ponto desconhecido da disputa do Ecomotion/Pro, corrida de aventura que aconteceu este mês na Costa do Cacau, região sul da Bahia.

“É muito sofrimento porque nunca sabemos o que vai acontecer. Durante a prova, o corpo trabalha no limite o tempo inteiro e os participantes correm risco de vida. Eles chegam inteiramente estropiados”, resume a mãe. Além de Marco, que também é produtor de vídeo, Yonne tem outras duas filhas, uma empresária e outra jornalista.

1579914_10152104812863948_96078657_n.jpg

A corrida de aventura é um esporte que reúne diversas modalidades, como trekking, canoagem e natação. Para a prova, os atletas recebem mapas e podem usar apenas bússolas para decidir qual o melhor caminho a percorrer por praia, rio, mangues ou matas inóspitas. Quando Marco, que era surfista, decidiu começar na corrida, Yonne nem sabia do que se tratava. “Quando ele me contou, eu não imaginava o risco. Quando entendi o esporte, fiquei muito preocupada. Não sei se sofria mais quando ele surfava ou agora. Mãe sempre se preocupa”, admite.

Já para Alberto Alves, pai de Marco, o olhar é outro. “A corrida de aventura, além do treino individual, envolve o treinamento da equipe, logística, planejamento e foco em resultado. Isso vale para qualquer atividade que faça na vida. Vejo a corrida como uma excelente escola para qualquer tipo de projeto”, analisa Alberto. “Prefiro isso a ele ser apenas um jogador de futebol. Claro que ganharia muito mais dinheiro, porque não se vive de corrida de aventura, mas acho que futebol poderia ser uma coisa assim, muito simples”, completa.

From: http://delas.ig.com.br/filhos/2013-08-28/filho-praticante-de-esporte-radical-preocupa-mae-e-muito-sofrimento.html


Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
No tags yet.
Follow Us
  • Facebook Black Round
  • Vimeo Black Round
  • Twitter Black Round
  • Instagram Black Round